CV    /

Dados Pessoais
e Formação Académica

Teresa SeruyaNasceu em Lisboa em 1950, filha de Victor Mark Seruya e Maria Amélia de Seabra Menano Seruya. Casada com Joaquim Manuel Lima Carvalho, Professor Emérito da Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa.

Terminou o curso complementar dos liceus em Lisboa (1967), com a classificação final de dezasseis valores, ingressando na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa no ano lectivo de 1967/8 para frequentar o curso de Filologia Germânica, que concluiu em Outubro de 1974 com a classificação de Bom (quinze valores).

Em 1973/4 estudou na Universidade de Munique como bolseira do DAAD, tendo então preparado a sua tese de licenciatura sobre “História e Discurso no Romance ‘Das Vorbild’, de Siegfried Lenz”.

Em Maio de 1987 doutorou-se em Literatura Alemã pela Universidade de Lisboa, com uma dissertação intitulada O Discurso da Revolução na Literatura Alemã da República de Weimar – Contributo para o Estudo da Recepção Literária da Revolução Alemã de 1918/9. A prova complementar versou sobre a narrativa de Christa Wolf “Kein Ort. Nirgends”. Foi aprovada por unanimidade, com distinção e louvor.

Endereço profissional:

Faculdade de Letras, Universidade de Lisboa
Alameda da Universidade
1600-214 Lisboa
PORTUGAL

E-Mail: t.seruya@letras.ulisboa.pt

Percurso Profissional

I - Percurso Profissional

Em 1972/3 exerceu, por convite, o cargo de monitora da cadeira de Literatura Alemã II. Em Outubro de 1974 entrou como assistente, por convite, para a Faculdade de Letras de Lisboa, tendo exercido a função no Grupo de Estudos Germanísticos até 1987.

Após o doutoramento, e entre 1987 e 1992 exerceu funções de Professora Auxiliar no mesmo Grupo de Estudos Germanísticos, tendo sido nomeada definitivamente na categoria em Maio de 1992.

Entre 1987 e 1989 foi responsável, juntamente com Fernanda Gil Costa, pela implantação do Ramo Educacional na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.

Em Novembro de 1992 foi aprovada no concurso para Professora Associada do 3º Grupo, categoria que ocupou, em nomeação definitiva, até 2001.

Aprovada em provas de Agregação para o 3º Grupo (Estudos Germanísticos) em 8 de Janeiro de 2001. Nomeada, após concurso, Professora Catedrática neste mesmo ano.

Directora da Licenciatura em Tradução da Faculdade de Letras entre 2001 e 2005

Entre 1993 e 2003 foi docente convidada da Universidade Católica Portuguesa.

Investigadora e, posteriormente, membro da Direcção do Centro de Literatura e Cultura Portuguesa e Brasileira, Universidade Católica Portuguesa, de 1998 a 2006. A partir de 2007, investigadora do Centro de Estudos de Comunicação e Cultura (CECC), Universidade Católica Portuguesa. Membro da sua Direcção entre 2007 e 2011.

Directora do curso de Línguas, Literaturas e Culturas da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa entre 2011 e 2013.

Tradutora literária do alemão.

Várias vezes bolseira do DAAD, bem como da Kurt-Tucholsky-Gesellschaft (1980-1981) e do Goethe-Institut (1988)

Membro das seguintes sociedades científicas e associações profissionais:

  • Goethe-Geselschaft, até 2010
  • Deutsche Schillergesellschaft, até 2012
  • Sociedade Científica da Universidade Católica Portuguesa
  • Associação Portuguesa de Estudos Germanísticos (APEG)
  • Associação Portuguesa de Literatura Comparada (APLC)
  • Associação dos Antigos Bolseiros do DAAD
  • Associação Portuguesa de Tradutores

II - Ensino: disciplinas e temas leccionados

Áreas de Literatura Alemã, Cultura Alemã, Estudos Literários (Licenciatura e Mestrado):

A literatura operária na RFA e na RDA

Introdução aos métodos de leitura

Introdução aos Estudos Literários

O conto alemão do pós-guerra

A mulher escritora nas duas Alemanhas: estudo de algumas autoras mais representativas

A produção teórica e a obra literária de Christa Wolf no panorama da prosa da RDA dos anos 60 e 70

Alguns aspectos da prosa alemã na República de Weimar

Problemática da literatura alemã: da ‘Aufklärung’ ao fim-de-século

A literatura alemã na República de Weimar: signo e resistência

Aspectos do drama alemão entre as duas guerras

literatura alemã do fim do Império aos começos do Nacional-Socialismo (1910-1933)

Aspectos da literatura alemã do século XIX entre o movimento romântico e a viragem de século

História, tempo e espaço: percursos do romance alemão no século XX

Literatura contemporânea de expressão alemã: Prosa narrativa curta após 1945

Projecto profissionalizante do 2º ano do Curso de Especialização em Tradução: Autores alemães sobre o romance no século XX (antologia em tradução)

Aspectos da prosa narrativa após 1945

Teoria narrativa do século XX

Literatura contemporânea de expressão alemã: Do regresso dos exilados às polémicas sobre a reunificação

Tradução de culturas. Princípios de investigação em tradutologia

Projecto profissionalizante do Curso de Especialização em Tradução: Glossário Onomástico e Temático para Der Fragebogen, de Ernst von Salomon

Os Estudos de Tradução e a Germanística

Romance e história no século XX

Literatura Alemã: da ‘Aufklärung’ ao ‘Período da Arte’

A narrativa alemã do século XIX. Caminhos de Modernidade

Literatura intercultural na Alemanha contemporânea

Literatura e Cultura Austríaca

Paisagem e identidade no século XIX alemão

Literatura e Cultura Centro-Europeia: Mundos de fronteira (na primeira metade do século XX)

Tópicos de Cultura Alemã

Área de Estudos de Tradução:

História da Tradução

História da Tradução em Portugal

Teoria da Tradução

Práticas de Tradução Alemão-Português

Metodologias da Tradução

Outros

Comunicação Intercultural

 

III - Orientação de Teses de Doutoramento

Sobreviver pela Negativa. A Ironia na Obra Narrativa de Martin Walser (1976-1988)

Mitografias. Figurações de Antígona, Cassandra e Medeia no drama de expressão alemã do século XX

Das narrativas da Grande Guerra em tradução portuguesa

Poéticas da Imperfeição. Autores e tradautores na primeira metade de Oitocentos: Walter Scott e André Joaquim Ramalho e Sousa

As relações culturais entre Portugal e a Polónia através das traduções

As relações culturais entre Portugal e a Checoslováquia através das traduções

Regularidades e interferências na tradução literária directa do polaco para o português

 

IV - Orientação de projectos de pós-doutoramento

“On the history of Portuguese indirect translations of Polish literature during the Estado Novo regime (1933-1974): An exploratory study”. (co-orientação, financiado pela FCT)

“Bridging East and West: a critical chronology of published translations from Japanese into Portuguese (1543-2014)” (co-orientadora, financiado pela FCT)

“English-Language Literature and Censorship in Portugal and Hungary during the Second Half of the Twentieth Century” (orientadora principal, financiado pela FCT)

Topo da página